Fique por dentro de como funciona o financiamento habitacional

Publicado em 23/07/2020 por Marciane - Urbana

A compra de imóvel através de financiamento habitacional pode parecer um bicho de sete cabeças, mas acredite, ele é muito mais fácil do que você pensa. 


Na verdade, tudo pode parecer complicado demais quando se é uma não entendedora do assunto.


No caso de um imóvel, o que costuma gerar mais dúvida é o contrato de compra e venda.


Sendo assim, se você pretende adquirir uma propriedade de forma financiada, saiba que é preciso estar ciente de alguns pontos importantes, principalmente pontos que envolvem documentação.


O que considerar na compra de um imóvel através de financiamento habitacional? 

Primeiramente vamos falar sobre o contrato. Ele, funciona como uma espécie de compromisso entre quem está vendendo e quem está comprando.


Sendo assim, é no contrato que ficam registradas todas intenções do vendedor de passar a propriedade para o comprador, na qual fica responsável por entregar a quantia pedida pelo imóvel.


Então, o contrato deve se apresentar bem claro quanto a negociação das obrigações de ambas as partes.


Portanto, a preparação dos documentos é crucial, por isso deve ser acompanhada por um advogado com esse conhecimento transacional para evitar qualquer mal-entendido.


Basicamente, um contrato é um documento legal que garante que ambas as partes cumpram seus deveres e direitos em um determinado relacionamento comercial.


Assim, no que diz respeito ao setor imobiliário, essa importância se reflete no processo de garantir que a venda ocorra, pois isso só acontece quando o contrato é aprovado.


Ao executar o contrato assinado pelo cartório, pode-se garantir que todos os acordos alcançados entre as partes sejam cumpridos, com o objetivo de evitar qualquer forma de complicação.


Em um documento de contrato, as seguintes informações devem estar contidas:

• Início e fim de obra;

• Formas de pagamento e valor total da moradia;

• Informações completas do comprador, construtora e representantes do imóvel;

• Tempo de carência para desistência da compra;

• Multas por pagamento atrasado;

• Local do imóvel;

• Metragem completa da residência.


A seguir alguns dos documentos necessários:


Para o imóvel, documentos solicitados:

• Escritura no nome de quem está vendendo;

• Certidão de comprovação de isenção de dívidas, imposto e ônus reais;

• IPTU do ano quitado;

• Aprovação da prefeitura na planta;

• Registro de imóveis cadastrados no registro imobiliário.


Para o comprador, as seguintes exigências:

• Documento pessoal;

• Documento civil, identificação do documento do cônjuge e certidão de casamento, caso seja casado;

• Dados pessoais


Para quem está vendendo, a exigência dos seguintes documentos são requeridas:

• Documento pessoal;

• Documento civil, identificação do documento do cônjuge e certidão de casamento, caso seja casado;

• Comprovação de residência;

• Certificado de litígio civil negativo, de protestos em nível federal e de justiça trabalhista;

• Certidão negativa de tutela e interdições.

Pontos a serem considerados na compra de imóvel através de financiamento habitacional

Até o momento, fornecemos algumas informações básicas para ajudá-lo a entender as regras para a efetivação de contratos.


No entanto, alguns fatores ainda precisam ser entendidos para se proteger de possíveis perdas econômicas ou mentais.

1. Conheça com quem negocia;

2. Confira documentação;

3. Leia a declaração do imóvel;

4. Certifique-se da quitação de condomínio;

5. Faça vistoria no imóvel;

6. Fique atento à multas de desistência;

7. Tire dúvidas.


Ao se atentar a esses pontos, você ficará mais seguro de completar sua transação.


Financiamento habitacional

Quanto a compra de imóvel através de financiamento habitacional, se atente nas etapas que esse processo requer, o processo como um todo pode levar em média 100 dias para ser finalizado.


Quando se sabe um pouco mais sobre o financiamento, fica mais fácil a operação de crédito.


Primeiramente é preciso que seja feito uma simulação de crédito. Isso serve para que você tenha noção dos valores que a financeira pode liberar para você. Esse tipo de projeção é disponibilizado em sites de financeiras e bancos.


Ao executar uma simulação, é possível visualizar o valor da parcela com base no valor de entrada notificado.


Assim, você consegue ter noção de se as parcelas vão se encaixar do seu orçamento.


Após a simulação você deverá partir para a aprovação de crédito, ou seja, é aqui que é definido como serão realizados os pagamentos para o financiamento.


Aqui são levados em conta a renda do comprador e a situação de crédito do mesmo.


Pode ser feita por uma ou mais pessoas. No entanto, o valor de crédito a ser liberado pode aumentar se feito em conjunto, pois as prestações não podem ultrapassar 33% do rendimento bruto.


Sendo assim, para realizar a compra de imóvel através de financiamento habitacional é necessário que se tenha em mãos a documentação pessoal completa e original.


Os demais documentos, serão pedidos durante o processo, como certificado de estado civil, renda e como se encontra mediante a Receita Federal. Isso inclui todos que participam do financiamento.


Desse modo, a documentação do imóvel também deve ser anexada para apresentação à entidade financiadora para apreciação.


O documento de certificação da propriedade provará seu estado de regularização e que o mesmo pode ser financiado.


Último passo

O último passo para uma negociação de financiamento é a apresentação do contrato de financiamento ao Registro de Imóveis que fará o registro do mesmo atrelando o processo de financiamento a matrícula do imóvel.


Este processo levará em torno de 30 dias para análise e considerações.


Após findado este processo, o contrato retorna á instituição financeira que irá proceder com a liberação dos recursos ao contratante.